domingo, 13 de abril de 2008

Querer, saber, poder...

Queria eu a esta hora da madrugada me fazer ouvir sobre tudo aquilo que sinto por ti.
Queria eu a esta altura da vida poder agir de forma forte e honrosa trazendo-te até mim.
Queria eu poder realizar a hora que quero todos os sonhos e planos feitos por nós.

Mas em meio a tudo isso sei que não posso, mas poderei.
Sei que é cedo, mas a hora chegará.
Sei que me amas, e sabendo isso nada mais importará.

Arthus Nunes.

Um comentário:

Marina disse...

Arthus, tô decidindo se tu é uma versão 2.0 de Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos ou o Boca do inferno!
;D

:*;*